Fotos de Alexandre Sequeira em exposição no Café do Memorial

ALEXANDRE SEQUEIRA ABRE NOVA TEMPORADA DE EXPOSIÇÕES FOTOGRÁFICAS NO MEMORIAL MINAS GERAIS VALE

Fotógrafo paraense retrata cidade mineira de Pedra Azul a partir deste sábado, dia 11, na mostra “Fotografia como estratégia do encontro”. Entrada gratuita

 

O fotógrafo paraense Alexandre Sequeira abre a temporada de exposições 2017 do Café do Memorial – no Memorial Minas Gerais Vale, com a mostra “Fotografia como estratégia do encontro”. O trabalho reúne imagens que retratam a cidade mineira de Pedra Azul, no Vale Jequitinhonha, sob o olhar de jovens moradores locais. Eles realizaram trabalho conjunto com Alexandre durante residência artística feita pelo fotógrafo em vários bairros do pequeno município. O lançamento da mostra é neste sábado, dia 11, e segue em cartaz até 29 de junho com entrada gratuita. O museu fica na Praça da Liberdade, 640 – Funcionários, esquina com Rua Gonçalves Dias.

 

Artista plástico e fotógrafo, Alexandre Sequeira é mestre em Arte e Tecnologia pela UFMG e professor do Instituto de Ciências da Arte da UFPA. Nas imagens que registra, o destaque é o desenvolvimento de trabalhos que estabelecem relações entre fotografia e alteridade social, aspecto que marca uma nova fase de exposições do Café do Memorial, mais autoral, agora sob a curadoria da dupla Guilherme Cunha e Bruno Vilela. Em “Fotografia como estratégia do encontro”, Alexandre Sequeira cria diálogos entre territórios distintos da própria cidade de Pedra Azul.

 

ALEXANDRE SEQUEIRA PELO MUNDO

Entre as muitas exposições e festivais – individuais e coletivas, que o fotógrafo participou no Brasil e no exterior, destacam-se: “Une certaine amazonie”, em Paris/França; Bienal Internacional de Fotografia de Liège/Bélgica; Exposição no Centro Cultural Engramme, em Quebec/Canadá; X Bienal de Havana/Cuba; Paraty em Foco 2009; FotoFestPoa 2010 e 2011; Festival de Fotografia de Recife 2010; Simpósio e exposição “Brush with Light”, na Universidade de Arte Mídia e Design de NewPort no Reino Unido; Festival Internacional de Fotografia de Pingyao/China; “Gigante pela própria natureza”, em Valência na Espanha; “Geração 00 – a nova fotografia brasileira”; e Projeto Portfólio no Itaú Cultural, em São Paulo/Brasil. Alexandre Sequeira ainda tem obras no acervo do Museu da UFPa, Espaço Cultural Casa das 11 Janelas; Coleção Pirelli/MASP e Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul.

 

SOBRE OS CURADORES
Bruno Vilela

Formado em Artes Visuais pela Escola Guignard – UEMG e em Administração pela PUC MG, trabalha como artista visual, fotógrafo, vídeo artista e coordenador de projetos. É co-idealizador e diretor do FIF BH – Festival Internacional de Fotografia de Belo Horizonte (fif.art.br). Idealizou e também coordena os projeto Área Criativa (areacriativa.art.br), EXA – Espaço Experimental de Arte (exa.art.br), Muros: Territórios Compartilhados (muros.art.br), e foi co-idelaizador do projeto que recebeu o XIV Prêmio FUNARTE Marc Ferrez de Fotografia, entre outros. Trabalhou na ONG Oficina de Imagens entre 2004 e 2013 com projetos culturais e sociais.
Guilherme Cunha

Guilherme Cunha é natural de Belo Horizonte, graduado em artes plásticas pela Escola Guignard – UEMG (2004), tendo sido bolsista na Pittsburg State University (KS/EUA) em 2002. É artista visual e realizador cultural. Sua pesquisa poética se baseia na investigação sobre a construção dos modelos de percepção e as plataformas de produção de conhecimento que se refletem na estrutura social. Foi artista residente do Atelier #3 na Casa Tomada (SP/2010), do JA.CA (BH/ 2014) e do RedBull Station (SP/2014). Foi contemplado no programa de exposições do Centro Cultural Marcantônio Vilaça em 2015, no XIII Prêmio FUNARTE Marc Ferrez de Fotografia e foi co-idealizador do projeto que recebeu o XIV Prêmio FUNARTE Marc Ferrez de Fotografia. É co-idealizador e diretor do FIF BH – Festival Internacional de Fotografia de Belo Horizonte (fif.art.br).
SERVIÇO

Lançamento da exposição “Fotografia como estratégia do encontro”, de Alexandre Sequeira

Data: 11 de fevereiro a 29 de junho 2017

Horário: Conforme funcionamento do museu

Local: Café do Memorial – no Memorial Minas Gerais Vale

ENTRADA GRATUITA

 

MEMORIAL MINAS GERAIS VALE

Endereço: Praça da Liberdade, 640, esq. Gonçalves Dias

Horário de funcionamento: terças, quartas, sextas e sábados, das 10h às 17h30, com permanência até 18h. Quintas, das 10h às 21h30, com permanência até 22h. Domingos, das 10h às 15h30, com permanência até 16h.

 

 

Compartilhe:

MAIS NOTÍCIAS